(73)988924614

NO AR

Terra Sertaneja

canoafortefm.com.br

Brasil

Caso Núbia desaparecida no sul do estado volta atona após 5 anos

Caso da jovem desaparecida há 5 anos volta as páginas policiais

Publicada em 26/07/19 às 10:58h - 133 visualizações

por Ney Amaral


Compartilhe
 

Link da Notícia:

Fonte:Google  (Foto: Fonte:Google)
Os familiares da jovem Núbia Oliveira Santos, desaparecida há cinco anos na cidade de Ibirapitanga, voltam a ter esperança de obter informações a respeito do corpo da jovem. Porém, um novo fato aumenta ainda mais a angústia que os destrói a cada dia.
Segundo informações, uma testemunha deu conta de que a moça foi assinada e, com isso, a polícia iniciou busca pelos restos mortais da vítima. Segundo o delegado Dr. Lane Andrade, a pessoa ouvida foi uma irmã do principal suspeito no caso. Ainda segundo informações, Agnaldo Matias dos Santos, o “Kaial”, e teria confessado aos parentes que matou Núbia escondendo o corpo nos fundos de uma casa, na mesma cidade. Numa espécie de mea-culpa, o homem também teria admitido que assassinou uma mulher grávida na cidade de Itapé no sul do estado, porque ter um relacionamento extraconjugal com ela e não queria que a esposa soubesse.

Chegou até ao conhecimento da polícia que o principal suspeito estaria morando no Espírito Santo, em endereço desconhecido, onde estaria ameaçando a própria família, para não dar conta do paradeiro dele. Mas, como não tinham chegado tantos detalhes à polícia, ele teria aparecido em Ibirapitanga, nas comemorações pelo São Pedro este ano.

O caso
A vítima Núbia desapareceu na data de 18 de março de 2014, quando segundo conta, a mesma estava caminhando a pé para o trabalho. À época um menor de idade teria relatado que um carro preto, em alta velocidade, parou no meio da rua e a obrigou a entrar. Em seguida, inclusive, uma sandália da moça foi encontrada nas imediações.
O mistério do desaparecimento foi investigado e gerou um inquérito de 500 páginas, Só agora, quando familiares do Agnaldo tocavam uma obra e comentaram estar receosos de que um corpo fosse encontrado, veio a intimação para o depoimento relatado no início deste texto.
A Polícia Civil ordenou buscas no local, até com o uso de uma máquina retroescavadeira. Porém, até então, não foi encontrado nenhum indício de ossada. Ainda conforme o delegado, a expectativa é que o próprio Agnaldo se apresente e dê a versão dele sobre os fatos apurados.
Mas, quem tiver qualquer informação dele, pode fazer uma denúncia anônima pelo telefone (73) 98232-2721.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


Enquete
Qual Horário Você Ouve Rádio?

 Madrugada
 Manhã
 Noite
 Tarde







.

LIGUE E PARTICIPE

(73) 3245-2887

Visitas: 84872
Usuários Online: 2
Copyright (c) 2024 - Radio Canoa Forte FM
Converse conosco pelo Whatsapp!